História Bizarra da Literatura Brasileira

Teste agora Após 7 dias, será cobrado valor integral. Cancele quando quiser.

Sinopse

A partir de um olhar curioso e engraçado, História bizarra da literatura brasileira é um mergulho nos mistérios, nas tragédias, nos fatos emocionantes, divertidos e, claro, nas bizarrices envolvendo nossos livros clássicos e seus autores. A partir de uma vasta pesquisa, o autor mostra todos os grandes nomes da nossa literatura, porém com um olhar que os tira do pedestal de “pensadores intocáveis” e apresenta o seu lado mais humano, comum e, claro, bizarro. O leitor vai descobrir o que aconteceu com a carta de Pero Vaz de Caminha, escrita para livrar um ladrão do exílio e desaparecida por séculos. Vai se assustar com o famoso escritor romântico que previu que iria morrer e se emocionar com a trajetória da esposa de Guimarães Rosa, uma heroína que salvou a vida de centenas de judeus durante a 2ª Guerra Mundial. Prepara-se, pois os personagens da capa deste livro são apenas algumas das muitas bizarrices escondidas por trás das linhas de nossa literatura.

Capítulos

  • Dedicatória

    Duração: 21s
  • Epígrafe & Introdução

    Duração: 10min
  • Parte 1: Os escritos do Brasil colonial

    Duração: 10min
  • Capítulo 1: O ladrão da carta de Pero Vaz Caminha

    Duração: 06min
  • Capítulo 2: O desaparecimento dos escritos do descobrimento

    Duração: 06min
  • Capítulo 3: O descobrimento acidental do Brasil é nossa primeira história de ficção?

    Duração: 06min
  • Capítulo 4: Poema da Virgem para o poeta continuar virgem

    Duração: 06min
  • Capítulo 5: O escritor que não serviu para ensopado

    Duração: 07min
  • Capítulo 6: O jesuíta de possível origem negra que defendia a escravidão africana

    Duração: 06min
  • Capítulo 7: Gregório de Matos Guerra, o Boca do Inferno, existiu?

    Duração: 07min
  • Capítulo 8: Cláudio Manuel da Costa, suicídio ou assassinato?

    Duração: 09min
  • Capítulo 9: Marília nunca esqueceu Dirceu?

    Duração: 06min
  • Parte 2: Aos olhos do Rei e do Imperador

    Duração: 11min
  • Capítulo 10: As bizarrices da rua do Ouvidor

    Duração: 12min
  • Capítulo 11: O naufrágio do qual toda a tripulação se salvou, menos um escritor romântico

    Duração: 08min
  • Capítulo 12: O poeta que profetizou a própria morte

    Duração: 06min
  • Capítulo 13: Bernardo Guimarães e o ladrão da cabeça de Tiradentes

    Duração: 08min
  • Capítulo 14: O primeiro “sim” recebido por um grande escritor brasileiro

    Duração: 08min
  • Capítulo 15: A novela brasileira do século XIX

    Duração: 07min
  • Capítulo 16: A virgem que conquistou milhares de leitores

    Duração: 07min
página 1 de 3