Adélia Prado - o sempre amor

Teste agora Após 7 dias, será cobrado valor integral. Cancele quando quiser.

Sinopse

Com roteiro assinado pela própria Adélia Prado, O Sempre Amor traz os poemas na voz da própria autora: Para cantar o saltério; Uma vez visto; A serenata; Amor; O amor no éter; Memória amorosa; Pranto para comover Jonathan; Os lugares comuns; Bilhete em papel rosa; Para o Zé; Casamento; Psicórdica; Um jeito; A meio pau; Corridinho; Amor Feinho; Bairro; A terceira via; Raiva de Jonathan; Mais uma vez; Amor violeta; Matéria; Formas; O encontro; entre outros.

Os poemas foram gravados por Adélia Prado em abril de 2001. A trilha sonora surgiu após a inspiração trazida pela grandiosidade do texto. Convidado pelo selo Karmim, Mauro Rodrigues, também diretor musical da produção, compôs a trilha, especialmente para este audiolivro.

O ‘Poema Orquestral’, gravado em setembro de 2002, é executado pela Orquestra de Câmara do Sesiminas e pelos músicos convidados: Carlos Ernest Dias (oboé), Fernando Rocha (vibrafone) e Mauro Rodrigues (flauta).

Capítulos

  • 01 Poema Orquestral

    Duração: 01min
  • 02 Para Cantar Com O Salterio

    Duração: 34s
  • 03 Uma Vez Visto

    Duração: 33s
  • 04 A Serenata

    Duração: 57s
  • 05 Amor

    Duração: 01min
  • 06 O Amor No Eter

    Duração: 01min
  • 07 Memoria Amorosa

    Duração: 33s
  • 08 Pranto Para Comover Jonathan

    Duração: 28s
  • 09 Os Lugares Comuns

    Duração: 45s
  • 10 Bilhete Em Papel Rosa

    Duração: 01min
  • 11 Poema Orquestral

    Duração: 01min
  • 12 Para O Ze

    Duração: 02min
  • 13 Casamento

    Duração: 45s
  • 14 Psicordica

    Duração: 19s
  • 15 Um Jeito

    Duração: 44s
  • 16 A Meio Pau

    Duração: 37s
  • 17 Corridinho

    Duração: 40s
  • 18 Amor Feinho

    Duração: 45s
  • 19 Poema Orquestral

    Duração: 01min
  • 20 Bairro

    Duração: 57s
página 1 de 2