Cidade Segura

Cidade Segura

Sinopse

O Fórum Brasileiro de Segurança Pública discute temas como arrastões, roubos, violência policial, entre outros.

Quem ouviu esse, ouviu também:


Episódios

  • Segurança este ano ficou contaminada pela polarização que tomou conta do país
    'Segurança este ano ficou contaminada pela polarização que tomou conta do país'
    Duração: 12min | 31/12/2019

    O Diretor-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Renato Sérgio de Lima, fez um balanço dos acertos e erros na área em 2019. Ele disse que a pesquisa Datafolha mostrou que a população entende que segurança não é só repressão policial. Para ele, polícia é importante, mas precisa de cidadania. Renato ainda afirmou que, muitas vezes, só polícia piora a situação, como no episódio de Paraisópolis.

  • Indulto natalino é medida simbólica e tem pouco efeito prático
    Indulto natalino é 'medida simbólica' e tem pouco efeito prático
    Duração: 11min | 24/12/2019

    Samira Bueno explica que 90% dos casos de homicídios envolvendo agentes de segurança acabam arquivados pelo MP e, quando geram condenação, a maioria é por homicídio doloso. Por isso, poucos policiais serão beneficiados pela decisão do presidente, que só concedeu indulto aos que foram sentenciados por crimes culposos.

  • A gente tem que ter uma polícia preparada e que saiba dialogar
    'A gente tem que ter uma polícia preparada e que saiba dialogar'
    Duração: 06min | 17/12/2019

    Professor Rafael Alcadipani, membro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, fala sobre um vídeo que circula nas redes sociais que mostra um policial discutindo com uma professora. Ele destaca que o tom de voz não era o adequado para aquela situação e que a nossa polícia é treinada para usar a força, mas não para manter o diálogo com a população.

  • Me parece que o governador fez um atropelo ao comando da polícia
    'Me parece que o governador fez um atropelo ao comando da polícia'
    Duração: 09min | 10/12/2019

    Rafael Alcadipani, membro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, comenta a decisão de Doria de mandar afastar mais 32 PMs envolvidos em mortes na Paraisópolis. Ele ressalta que é preciso parabenizar o governador por ter mudado de opinião e se mostrado mais antenado com a opinião pública. Entretanto, é raro ver uma intervenção desse porte e agora é preciso saber como ficará a relação do governador com a polícia.

  • Integrantes do Fórum de Segurança Pública falam sobre ação da PM da Paraisópolis
    Integrantes do Fórum de Segurança Pública falam sobre ação da PM da Paraisópolis
    Duração: 15min | 02/12/2019

    Coronel José Vicente avalia que não é o caso de pedir o afastamento dos policiais, pois eles não comprometem a investigação e "não houve vontade deliberada do policial de cometer crime". Já Renato Sérgio de Lima, diretor-presidente do Fórum, defende uma apuração com celeridade e transparência.

  • Violência contra mulher é enorme desafio para nossas políticas públicas
    Violência contra mulher é 'enorme desafio para nossas políticas públicas'
    Duração: 11min | 26/11/2019

    Samira Bueno, socióloga e diretora-executiva do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, fala sobre o levantamento publicado no jornal Folha de S. Paulo ,que mostra que, em quatro dias, quatro mulheres são mortas por conhecidos em São Paulo. Ela destaca que parceiros e ex-parceiros são os principais agressores e que é preciso priorizar acolhimento e atendimento a mulheres vítimas de violência. Samira ainda aponta que, quando falamos em violência doméstica, o agressor foge do esteriótipo do criminoso que a polícia está acostumada a lidar.

  • Precisamos pensar mais com acolhimento e menos com violência
    'Precisamos pensar mais com acolhimento e menos com violência'
    Duração: 14min | 19/11/2019

    Renato Sérgio de Lima, diretor-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, comenta o caso dos quatro moradores de rua que morreram após ingerirem uma bebida que estaria supostamente envenenada. Ele afirma que o caso mostra o nível de vulnerabilidade das pessoas em situação de rua e diz que a polícia precisa investigar o que aconteceu, identificar o autor e puní-lo de acordo com nossa legislação. "Quando isso acontece, é um alerta de que algo está errado na cidade", diz.

  • Casa da Mulher Brasileira é inaugurada em São Paulo
    Casa da Mulher Brasileira é inaugurada em São Paulo
    Duração: 06min | 12/11/2019

    Mafoane Odara, gerente do Instituto Avon e coordenadora da área de enfrentamento à violência contra mulheres e meninas, afirma que local é um espaço humanizado de atendimento às mulheres que funciona 24 horas por dia. Ela destaca que a casa tem um componente muito importante, que é integrar todos os serviços necessários para o primeiro atendimento à mulher que sofreu violência.

  • Sensação dos policiais é que eles estão sendo tirados de trouxa
    Sensação dos policiais 'é que eles estão sendo tirados de trouxa'
    Duração: 04min | 05/11/2019

    Rafael Alcadipani fala sobre descontentamento de policiais civis e militares do estado de São Paulo com proposta de reajuste salarial de 5%. O comentarista afirma que o governador João Doria não apresentou nenhum plano e está faltando para ele "uma forma mais profissional de tratar com o problema".

  • Segurança privada não pode achar que tortura e agressão é a melhor resposta
    'Segurança privada não pode achar que tortura e agressão é a melhor resposta'
    Duração: 08min | 29/10/2019

    Renato Sérgio de Lima, diretor-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, comenta o caso de um jovem de 16 anos que disse ter sido agredido por seguranças da CPTM. "A gente precisa, de algum modo, construir uma alternativa', defende o comentarista. "É preciso dizer um basta à violência, independente de quem a cometa", diz.

  • Nosso sistema de Justiça é extremamente ineficiente
    'Nosso sistema de Justiça é extremamente ineficiente'
    Duração: 07min | 22/10/2019

    De acordo com a GloboNews, somente no estado de SP, mais de 104 mil mandados de prisão ainda não foram cumpridos. Renato Sérgio de Lima destaca que, se esses mandados fossem cumpridos no próximo mês, nós teríamos que acrescentar mais 30% da população carcerária em SP. Ele defende que precisamos criar condições para que as investigações sejam bem feitas e os responsáveis sejam punidos.

  • Medida simples pode acabar com tiroteios em estradas com veículos de transporte de valores
    'Medida simples pode acabar com tiroteios em estradas com veículos de transporte de valores'
    Duração: 18min | 17/10/2019

    Coronel José Vicente, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, fala sobre a tentativa de assalto a empresa de transporte de valores no aeroporto de Viracopos. Em sua avaliação, o Brasil deveria criar a obrigação para que as transportadores coloquem o dinheiro em malotes com dispositivos de tinta. Para ele, a operação é simples e inibiria a ação dos bandidos. "Aqui se resiste a melhorias simples e se quer simplesmente aumentar poder de fogo das polícias para fazer mais enfrentamentos com mais feridos e mortos", critica. Coronel também comenta o caso de Itaquaquecetuba, em que guardas municipais atiraram em duas pessoas dentro de um carro. "Foi uma sucessão de barbaridades", diz.

  • Debate dos pancadões é mais amplo do que apenas política de segurança
    'Debate dos pancadões é mais amplo do que apenas política de segurança'
    Duração: 11min | 08/10/2019

    Coronel José Vicente e Samira Bueno falam sobre os pancadões na cidade de São Paulo. O coronel destaca a importância da ação policial para conter as normas que são infringidas nesses eventos. Samira ressalta que não podemos criminalizar essas festas achando que isso é a solução para lidar com o grande contingente de jovens que procuram um espaço para se divertir.

  • Em apenas dois anos, 78 policiais cometeram suicídio em SP
    Em apenas dois anos, 78 policiais cometeram suicídio em SP
    Duração: 04min | 17/09/2019

    CBN São Paulo conversou com o ouvidor da polícia de São Paulo e integrante do Fórum Brasileiro de Segurança Pública Benedito Mariano sobre os altos índices de suicídio entre policiais.

  • SP tem menor taxa de homicídios do país
    SP tem menor taxa de homicídios do país
    Duração: 12min | 10/09/2019

    Coluna comenta hoje os dados do Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Samira Bueno, diretora executiva do órgão, fala sobre os casos mais graves, que são as mortes por violência. São Paulo tem a menor taxa do país, de 10,1 para 100 mil habitantes, que é um dado positivo, apesar de o número ser muito alto ainda. Para se ter ideia, no contexto nacional o índice é de 29 por 100 mil habitantes.

  • Hoje a crueldade é aceita como uma resposta
    'Hoje a crueldade é aceita como uma resposta'
    Duração: 11min | 03/09/2019

    Renato Sérgio de Lima, diretor-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, fala sobre o caso investigado pela Polícia Civil, de um jovem de 17 anos que teria sido torturado por seguranças de supermercado em São Paulo, após ser acusado de roubar um chocolate. "Temos que deixar muito claro que tortura não se justifica de maneira nenhuma. Tortura, além de ilegal, é moral", diz.

  • Taxa de homicídio é indicador muito parcial e não pode ser olhada separadamente
    Taxa de homicídio 'é indicador muito parcial' e não pode ser olhada separadamente
    Duração: 10min | 27/08/2019

    Samira Bueno, diretora-executiva do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, destaca que, apesar dos homicídios estarem diminuindo em São Paulo, as mortes pela polícia e os feminicídios estão crescendo. "Ideal é termos um indicador capaz de olhar para a violência letal como um todo", diz.

  • Ataques a agentes de segurança no transporte público são inadmissíveis
    Ataques a agentes de segurança no transporte público são 'inadmissíveis'
    Duração: 08min | 13/08/2019

    Renato Sérgio de Lima, diretor-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, fala sobre violência cometida contra agentes de segurança em estações da CPTM, em São Paulo. Somente este ano, foram registrados 66 ataques.

  • Direito de manifestação não é ilimitado
    'Direito de manifestação não é ilimitado'
    Duração: 09min | 06/08/2019

    Coronel José Vicente fala sobre o torcedor que foi detido em um estádio de futebol após gritar palavras contra o atual presidente, Jair Bolsonaro. O coronel avalia que o motivo da detenção foi que, ao se manifestar, o torcedor acabou iniciando um tumulto e a polícia avaliou que era melhor retirá-lo para reduzir o conflito. Ele foi algemado após agredir verbalmente os agentes, de acordo com o coronel.

  • Em SP, polícia ainda é vista muito como ostensiva e pouco como de investigação
    Em SP, polícia ainda é vista muito como ostensiva e pouco como de investigação
    Duração: 05min | 23/07/2019

    Bruno Paes Manso, pesquisador do Núcleo de Estudos de Violência (NEV) da USP, avalia que o desafio das polícias é entender como funciona a indústria do crime e sua inteligência, para desestruturá-la economicamente. Ele fala sobre polícia comunitária e avalia que o termo é redundante.

  • Quando falamos em segurança, não podemos pensar só em polícia
    'Quando falamos em segurança, não podemos pensar só em polícia'
    Duração: 07min | 16/07/2019

    Renato Sérgio de Lima, diretor-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, fala sobre estudo realizado em Nova York que mostra que, ao investir em iluminação pública, houve redução de 36% nos crimes. Ele defende que prefeitura tem um papel fundamental para garantir uma cidade mais segura e que é importante criar um ambiente mais inclusivo e seguro.

  • Arma é instrumento que foi feito para matar
    'Arma é instrumento que foi feito para matar'
    Duração: 10min | 25/06/2019

    Em um ataque de fúria, um homem atirou contra PMs em prédio residencial de São Paulo. Coronel José Vicente comenta o episódio e faz um paralelo com o decreto presidencial que flexibiliza o acesso as armas. Ele ressalta que um cidadão como o que atirou contra os policiais, pelo decreto, teria acesso a armas muito poderosas.

  • Existem problemas pontuais, mas todos podem confiar na polícia de São Paulo
    Existem 'problemas pontuais', mas todos podem confiar na polícia de São Paulo
    Duração: 08min | 18/06/2019

    Coronel Camilo, secretário executivo da Polícia Militar, fala sobre um vídeo que circula nas redes sociais que mostra dois PMs agredindo um casal de carroceiros na zona oeste. Ele reconhece que os agentes não seguiram o procedimento padrão. Renato Sérgio de Lima defende que a violência não é uma saída. Ele afirma que há um protocolo para esse tipo de situação e que os policiais não fizeram um bom serviço.

  • O que o estado pode fazer para prevenir casos como assassinato de ator e pais em SP
    O que o estado pode fazer para prevenir casos como assassinato de ator e pais em SP
    Duração: 09min | 11/06/2019

    Renato Sérgio de Lima opina que esse crime mostra que não dá para rotular todos os casos de violência como de facções e criminalidade. "Violência está presente em todos os lugares", diz. Ele afirma que, para diminuir os fatores de risco, é preciso estabelecer políticas de redução de consumo de bebidas alcoólicas, trabalhar com restrição de circulação de armas de fogo e investir pesado em educação para buscar solução pacífica para conflitos.

  • Transferência de presos de SP para presídios federais não terá impacto direto nenhum
    Transferência de presos de SP para presídios federais 'não terá impacto direto nenhum'
    Duração: 06min | 28/05/2019

    Camila Nunes Dias, professora da UFABC, pesquisadora do núcleo de violência da USP e membra do Fórum de Segurança Pública, avalia que é um equivoco concentrar em determinadas pessoas a responsabilidade pelo funcionamento das facções.

  • O aumento no número de presos no estado de SP e a possiblidade de privatização de presídios
    O aumento no número de presos no estado de SP e a possiblidade de privatização de presídios
    Duração: 07min | 21/05/2019

    Bruno Paes Manso, integrante do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, defende que precisamos aprofundar o debate sobre quem temos que prender, quais as prioridades e quais as formas alternativas de se estabelecer pena. "Senão vamos gastar mais dinheiro piorar mais as pessoas", diz.

  • A gente precisa pensar que delegacia aberta não é sinônimo de combate ao crime
    'A gente precisa pensar que delegacia aberta não é sinônimo de combate ao crime'
    Duração: 06min | 07/05/2019

    Rafael Alcadipani afirma que o que a população precisa é ter um policial focado em investigação criminal. 'Decisão de abertura ou não de delegacia tem que ser técnica', defende.

  • Não adianta olhar a segurança pública só como problema de polícia
    'Não adianta olhar a segurança pública só como problema de polícia'
    Duração: 11min | 23/04/2019

    O professor Rafael Alcadipani avalia que a operação 'Morumbi mais seguro', deflagrada pela terceira vez pela Polícia Militar, é 'bem-vinda', porque, segundo ele, o crime é sensível a ações ostensivas em áreas de mancha criminal, mas lembra que outras órgãos, como a Polícia Civil e a prefeitura, deveriam estar envolvidos. O tenente-coronel Alexander Lacerda, que comanda o 16º Batalhão da PM, explica que o objetivo da operação é conter o tráfico numa região complexa, que envolve comunidades como Paraisópolis e Jardim Colombo.

  • Precisamos ter um espaço para a escuta
    'Precisamos ter um espaço para a escuta'
    Duração: 08min | 16/04/2019

    Renato Sérgio de Lima comenta um projeto de lei para extinguir propõe acabar com ouvidoria das polícias Civil e Militar em SP pra reduzir gastos públicos. Segundo ele, o deputado que apresentou o PL "provavelmente não estudou direito e usou argumentos que não se aplicam". Ele ressalta a importância de haver uma ouvidoria.

  • Sou contra letalidade policial, mas no caso de bandido armado com fuzil, a conversa é diferente
    'Sou contra letalidade policial, mas no caso de bandido armado com fuzil, a conversa é diferente'
    Duração: 09min | 04/04/2019

    Rafael Alcadipani, membro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, avalia que uma operação, como a que foi feita em Guararema e deixou 11 suspeitos mortos, é extremamente delicada. Em sua opinião, o que temos que cobrar é que ações como essas sejam desbaratadas anteriormente. Mas, como agir durante a ação é bem complicado de opinar. "Nesse momento, é muito difícil julgar e dizer se foi feito no jeito certo ou errado".

Informações: