Porventura

Teste agora Após 7 dias, será cobrado valor integral. Cancele quando quiser.

Sinopse

Em Porventura se adensam as complexas e filigranadas relações que, desde seu primeiro livro, Antonio Cicero vem desenvolvendo com o universo da cultura clássica, a grega em especial. Não se trata, apenas, de modernizar a herança antiga, mas também de tentar expressá-la na singularidade de sua força irredutível, por meio de um gesto de acolhida avesso a facilitações de qualquer espécie. Relatos helênicos atravessam o volume, referências ou alusões gregas comparecem a dez das trinta e cinco peças da obra. É notável, do mesmo modo, o recurso esporádico a um léxico “nobre”, que não soa obsoleto ou pomposo; ao contrário, é de todo necessário para flagrar o matiz preciso que o poeta pretendeu exprimir.

Capítulos

  • 1. Dedicatória

    Duração: 15s
  • 2. Balanço

    Duração: 01min
  • 3. Hora

    Duração: 33s
  • 4. O Poeta Cego

    Duração: 32s
  • 5. O Poeta Marginal

    Duração: 43s
  • 6. O Poeta Lírico

    Duração: 51s
  • 7. Desejo

    Duração: 21s
  • 8. Mulher com Crisântemos

    Duração: 02min
  • 9. Auden e Yeats

    Duração: 41s
  • 10. Síntese

    Duração: 14s
  • 11. Diamante

    Duração: 52s
  • 12. Palavras Aladas

    Duração: 01min
  • 13. Definição Ostensiva

    Duração: 22s
  • 14. Amazônia

    Duração: 03min
  • 15. Nihil

    Duração: 30s
  • 16. Meio fio

    Duração: 01min
  • 17. Presente

    Duração: 53s
  • 18. Poema

    Duração: 19s
  • 19. O Livro de Sombras de Luciano Figueiredo

    Duração: 02min
  • 20. Blackout

    Duração: 01min
página 1 de 2